sexta, 20 de outubro de 2017

Brasil no Mundo

Contribuições para a Política Externa Brasileira

receba a newsletter

busca no site

Júlio de Oliveira Silva

Solidariedade ao vice-cônsul em Nova York, Júlio de Oliveira Silva

Por GR-RI | 10/10/2017

O GR-RI e os abaixo assinados declaramos nossa indignação e preocupação por mais um ato de violência moral do atual chanceler Aloysio Nunes, e nossa solidariedade com o vice-cônsul em Nova York, Júlio de Oliveira Silva, compelido a voltar para Brasília depois de ter publicado uma matéria de opinião pessoal sobre a política externa do atual governo.
 
Seguindo a trajetória de seu correligionário e antecessor, o ex-chanceler Celso Lafer, Aloysio Nunes trilha novamente o caminho da censura e do autoritarismo sobre os funcionários do Itamaraty – aquele solicitando o expurgo do embaixador Samuel Pinheiro Guimarães no penúltimo ano do governo FHC, e este ordenando a imediata volta do vice-cônsul em Nova York, o diplomata Júlio de Oliveira Silva. No contexto da ilegitimidade do governo Temer e de tudo que o cerca, não há como não associar a punição dada a ele com o expurgo de Vinicius de Moraes e outros 13 diplomatas pela Ditadura Militar, em 1969, com base no Ato Institucional n° 5 (AI-5).
 
Importante ressaltar que Júlio de Oliveira Silva seguiu as normas do Itamaraty, que permitem aos diplomatas emitirem opiniões de caráter pessoal por diversos meios, com a única condição de que seja explicitado que tais opiniões “refletem exclusivamente as ideias do autor e não representam, de maneira alguma, posicionamentos ou proposições do Ministério das Relações Exteriores” – como foi feito no caso da Carta Capital, que publicou o artigo “Temer e o projeto de subdesenvolvimento”, no dia 26-09-2017, no qual o diplomata critica os rumos da PEB temerista.
 
O crescente descontentamento do corpo diplomático é a reação natural a uma política externa de resultados pífios e sem estratégia clara, a não ser “um concerto de interesses estrangeiros e desinteresses nacionais”, como aponta Júlio de Oliveira Silva em seu artigo de opinião. O alinhamento imediato com os Estados Unidos; a adoção em alguns casos de novas diretrizes em posicionamentos consolidados da PEB, como nos direitos humanos, ou na promoção da paz e do diálogo na Região; e ao mesmo tempo a falta de legitimidade de origem e a atual impopularidade deste governo, tornaram indefensável, em qualquer fórum internacional, qualquer iniciativa séria. Isto incomoda os diplomatas tanto quanto os cortes de orçamento que começaram na época de Dilma Rousseff e se aprofundaram com Temer.
 
Como dissera o primeiro chefe do atual chanceler, Marighella, no Rondó da Liberdade, “É preciso não ter medo, é preciso ter a coragem de dizer”. Condenamos veementemente mais este retrocesso democrático no Brasil, e nos somamos aos que pedem o imediato cancelamento da medida contra Júlio de Oliveira Silva.
 
 
Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GRRI)
Adhemar Mineiro, REBRIP
Alessandra Nilo, Gestos
André Calixtre, economista
Antonio Lisboa, SRI-Central Única dos Trabalhadores
Artur Henrique da Silva, FPA
Bianca Suyama, internacionalista
Carlos Milani, IESP-UERJ
Carlos Tiburcio, jornalista
Carlos Enrique Ruiz Ferreira, Universidade Estadual da Paraíba
Carolina Albuquerque, UnB
Corival Alves do Carmo – UFS
Cristina Pecequilo, UNIFESP
Daniel Angelim, CSA
Deisy Ventura, USP
Diego Azzi, UFABC
Diogo Bueno de Lima
Edurado Fagnani, UNICAMP
Fabio Floriano, FES-Brasil
Gilberto Maringoni (UFABC)
Giorgio Romano, UFABC
Gonzalo Berrón, FES-Brasil
Graciela Rodriguez, Equit
Iara Pietricovsky de Oliveira, INESC
Igor Fuser, UFABC
Ingrid Sarti, UFRJ
Iole Iliada, FPA
Jean Tible, USP
Jocélio Drummond, ISP
Josué Medeiros, UFRJ
Kjeld Jakobsen, FPA
Laurindo Lalo Leal Filho
Leda Paulani, USP
Leticia Pinheiro, IESP-UERJ
Lucilene Benfield, IOS
Marcelo Zero, sociólogo
Marco Piva, jornalista
Marcos Costa Lima, UFPE, FPA
Maria Regina Soares de Lima, IESP-UERJ
Maureen Santos, BPC-Rio
Mila Frati
Monica Hirst, Universidad de Quilmes
Monica Valente, SRI- Partido dos Trabalhadores
Nalu Farias, SOF
Nathalie Beghin, INESC
Rafael Freire, CSA
Rafael Ioris, University of Denver
Renato Vieira Martins, UNILA Fomerco
Ricardo Abreu Alemão, PCdoB
Samuel Pinheiro Guimarães
Tadeu Morato Maciel
Tarson Nuñez, Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul
Tatiana Berringer, UFABC
Tatiana Oliveira – UERJ
Valter Pomar, UFABC
Willian Habermann, FES-Brasil

VEJA TAMBÉM