Monday, 24 de September de 2018

Brasil no Mundo

Contribuições para a Política Externa Brasileira

receba a newsletter

busca no site

CELAG

Mitad del Mundo - Equador, 27/01/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante Sessão de abertura da IV Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos - CELAC. Foto: Rafael Carlota/PR

A integração regional em disputa

A alteração na correlação de forças, ausência de instituições de caráter supranacional e falta de complementaridade produtiva marcam o retrocesso da integração regional na América Latina.

Algumas semanas atrás escrevi sobre como a América Latina havia sido convertida na principal região na construção da multipolaridade no Sistema Internacional. Nesta construção, sem dúvida alguma, as novas orientações políticas e econômicas que emanavam do que vinhamos denominando como regionalismo pós-neoliberal possuíam um papel fundamental. Estes processos de integração deviam ajudar a consolidar as grandes mudanças políticas, econômicas e sociais ocorridas durante a última década. No entanto, podemos observar que durante o último ano, os processos de integração regional e concertação política surgidos da orientação política na região durante a última década e meia, também estão em disputa.

NODAL

Viagem do Ministro das Relações Exteriores a Buenos Aires
Visita do Ministro das Relações Exteriores José Serra a Buenos Aires.
Foto: Embaixada do Brasil em Buenos Aires / MRE
23/05/2016

O futuro do Mercosul

O retorno à subordinação aos centros de poder é uma certeza frente a este Mercosul desideologizado, despolitizado e debilitado.

O Mercosul vive uma mudança de etapa. A vitória de Mauricio Macri na Argentina, a suspensão de Dilma Rousseff no Brasil, o perfil das novas autoridades brasileiras e a crise na Venezuela pintam um panorama complexo para um dos mais importantes blocos políticos, econômicos e comerciais da última década.

INTEGRAÇÃO REGIONAL

Presidentes_en_el_CELAC_de_Caracas_de_2011

Integração: faltou combinar com a burguesia

Como avançar na autonomia do continente se a burguesia brasileira, mesmo se apropriando dos ganhos das exportações para os mercados regionais, sabota o aprofundamento dessa mesma integração?

O projeto de integração regional da América Latina vive seu momento mais difícil.

BRICS

brics

Os ianques agradecem

O apoio dos BRICS auxilia na superação da dependência da América Latina frente aos EUA

Em artigo publicado recentemente pela Carta Maior, o professor J. C. Assis denunciou que o Banco Central está bloqueando a participação do Brasil no (...)

ANSUR

First Ministerial Meeting Of China-CELAC Forum

Celac discute a “Agenda 2020″ e projetos com a China

Os grandes temas da organização continental são: a pobreza extrema e a desigualdade; educação, ciência, tecnologia e inovação; meio ambiente e mudança climática; infraestrutura e conectividade; e financiamento para o desenvolvimento.

Os chanceleres dos 33 países da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) debatem hoje no Equador a agenda do bloco regional até 2020, incluindo os projetos conjuntos com a China

AMÉRICA LATINA

20150411-dilmaeobama-20150411-2-2800

O contexto internacional e as ameaças ao Brasil e à América Latina

A crise brasileira segue uma dinâmica nacional clara, mas faz parte de uma investida contra o ciclo progressista latino

Os processos históricos nacionais, sobretudo de países do porte do Brasil, (...)

INTEGRAÇÃO REGIONAL

presidencia52572f18580b8e0ed672b62a8275dc9254dd8aa5b7bc815af88777d6d1cb095a

Integração dos povos precisa de bases concretas

Entrevista com Luciano Wexell Severo

Financiamentos, créditos, empreendimentos, ferrovias, hidrovias, estradas: assim se constroi o desenvolvimento com integração segundo o professor da Unila.

COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

hait_5_dps27-mini

Princípios e procedimentos a pautar a cooperação promovida pelo Brasil

O País dedica cada vez mais recursos à promoção do desenvolvimento no exterior, mas as operações se beneficiariam da adoção de princípios orientadores abrangentes, elaborados de forma participativa

O Brasil tem promovido na última década esforços significativos para intensificar sua presença e influência no exterior. A chamada política externa “ativa (...)

PORTAL EBC

Chefes_Estado_Celac-na-Costa-Rica28012015_13

Relação Cuba-EUA e aproximação com a China são temas da Celac

A presidenta Dilma Rousseff chega nesta quarta-feira (28) a San Jose, na Costa Rica, para participar da 3ª Cúpula da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac).

FÓRUM CHINA-CELAC

china-celac-mini

China e América Latina: Parceria Sul-Sul?

Pequim tem uma política definida para o continente, mas os países latinos reagem de maneira fragmentada e pouco propositiva

A realização do Fórum China-Celac (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e do Caribe) recebeu as reportagens de praxe da grande imprensa brasileira.