quarta, 28 de junho de 2017

Brasil no Mundo

Contribuições para a Política Externa Brasileira

receba a newsletter

busca no site

BRICS

7e971b00-cf8b-4603-bf13-24428a336cb1-1

Qual importância Temer dá aos BRICS?

O governo não entende que a busca pelos interesses nacionais implica em uma política externa soberana

A imprensa brasileira dedicou grande espaço às desventuras de Michel (...)

AMÉRICA LATINA

Segmento oficial de la VII Cumbre de la Asociación de Estados del Caribe.
Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate

Venezuela: “Que tipo de ditadura é essa que perde eleições?”

entrevista com Pedro Bocca

Estamos passando por um período de ofensiva conservadora na América Latina. Os fatos de cada país não são isolados e estão intimamente ligados no plano regional. Assim, pode-se desenhar uma rede que conecta (...)

POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA

39bf9e00-361c-419c-a3ad-4e6f623f192d

Na ONU, Temer colocou sob suspeita a soberania nacional

Ao discutir a legitimidade do impeachment, Temer reduziu o Brasil ao status de um país que ainda busca reconhecimento externo

É difícil encontrar momento mais importante para a tradição diplomática brasileira do que a Assembleia Geral das Nações Unidas, na qual há 71 (...)

GOLPE

2f9cc3dc-f425-467b-a00d-6a3d7b3253b0

Para além do pão e circo: as esquerdas e as Olimpíadas

Jogos deveriam afirmar ciclo progressista, mas são usados pelo governo golpista para normalizar a situação política

Com o fim dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o saldo que fica não é só das medalhas e recordes, dos dramas e superações protagonizados pelos atletas (...)

AMÉRICA LATINA

presidente-paraguai-fernando-lugo-20120611-16-original

Forças “extra-institucionais” permeiam nuestra Democracia

Entrevista com José Tomás Sánchez

Em 2016 completam-se quatro anos desde o processo de destituição do presidente Fernando Lugo do Paraguai. O ocorrido foi um (...)

Carta Capital

1926179_962572870425191_5195251255486825236_o

A encruzilhada de um Mercosul sem consenso

Mais que uma crise econômica e política, o Mercosul passa por uma crise de democracia, que desafia governos e organizações a dialogar sobre os caminhos que o bloco tomará

Sem se valer de teorias e conceitos, de forma simples, entende-se que consenso é quando duas ou mais partes chegam a um ponto em comum, numa determinada negociação sobre algum tema.

PÁGINA/12

amorim

“Uma Alca hoje seria um desastre”

entrevista com Celso Amorim

Apregoa uma política externa “altiva e ativa” e cumpre o tema para si mesmo. Aos 74 anos, Celso Amorim, Chanceler de Lula durante seus oito anos de governo e Ministro da Defesa durante o primeiro mandato de Dilma Roussef, forma parte de um grupo que assessora o Secretário-Geral das Nações Unidas em questões de saúde e crises sanitárias. Mas também reserva tempo livre para a Política e a pesquisa: amanhã (4) apresentará seu novo livro, que promete ser franco, e concedeu entrevista por telefone a este jornal.

POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA

8ea55afb-581f-4a37-a6ca-5770512119a7

Política Externa Brasileira Interina: diplomacia sob nova direção

Mudanças em posições históricas, desconhecimento e caça às bruxas no Itamaraty marcam a gestão Serra

Há um mês, o senador José Serra (PSDB) tomou posse como ministro das (...)

MINISTRO MILTON RONDÓ

Condenamos a exoneração do Ministro Milton Rondó (CGFOME) e denunciamos o abandono da política de solidariedade exercida sob o seu comando

O Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR RI) vem a público denunciar a exoneração sumária pelo Itamaraty do Ministro Milton Rondó, da função de responsável pela Coordenação de Ações Internacionais de Combate à Fome (CGFOME). Milton Rondó e sua equipe vinham desempenhando papel de relevo, com reconhecimento em âmbitos nacional e internacional, que tal arbitrária decisão não somente põe em sério risco como revela a miopia da direção interina do Ministério das Relações Exteriores.

MERCOSUL

Assunção-Paraguai, 21/12/2015. Presidenta Dilma Rousseff  durante a XLIX Cúpula dos Estados Partes do Mercosul e Estados Associados. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Mercosul: o que vem agora?

O Mercosul corre um sério risco de tornar-se apenas uma via livre para a estratégia das multinacionais e seu futuro depende do percurso político no Brasil.

A tentativa de golpe no Brasil desencadeou um processo que ameaça (...)