Friday, 20 de July de 2018

Brasil no Mundo

Contribuições para a Política Externa Brasileira

receba a newsletter

busca no site

AMÉRICA LATINA

presidente-paraguai-fernando-lugo-20120611-16-original

Forças “extra-institucionais” permeiam nuestra Democracia

Entrevista com José Tomás Sánchez

Em 2016 completam-se quatro anos desde o processo de destituição do presidente Fernando Lugo do Paraguai. O ocorrido foi um (...)

GOLPE E AMÉRICA LATINA

0b85f9cd-e8d1-4763-a6bb-60b65f94a832

O fim da República e o lugar da América Latina no mundo

Coalizão ideológica formada com o governo golpista é fundada em pautas políticas conservadoras nacionais e econômicas liberais internacionais

Todo regime político precisa de uma correlação de forças que o sustente, na (...)

GOLPE E POLÍTICA EXTERNA

Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária.senador Jorge Viana (PT-AC) à mesa preside sessão.Foto: Beto Barata/Agência Senado

Crise no Brasil e seu impacto regional

Mesmo com rediscussão nos temas de curto prazo, uma possível mudança de governo não deverá afetar os traços de longo prazo da política externa brasileira

Tem sido escrito muito sobre a crise brasileira. Aguçou-se decisivamente em (...)

GOLPE E POLÍTICA EXTERNA

itamaraty

Itamaraty e o impeachment: equidistância pragmática?

O que significa a escolha por uma postura "rigorosamente institucional" da cúpula diplomática com relação ao processo de afastamento de Dilma Rousseff

Com destaque na mídia nacional, circulou a notícia de que o Itamaraty (...)

ALAINET

Brasília - Deputado Paulinho da Força fala durante a sessão para votação da autorização ou não da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A fratura geopolítica da América do Sul começa no Brasil

Desconectar o Brasil supõe barrar um ingresso mais autônomo da América do Sul na nova cartografia tripolar, e é essa a função geopolítica do 'impeachment'

Se a diplomacia aberta é esboçada para o consumo informativo (pois algo precisa ser informado), a política exibida midiaticamente é concebida para modelar a opinião pública. Nenhuma tem, como missão, orientar e, menos, gerar uma relação crítica com os fatos políticos (o novo circo romano é virtual). O que se informa não contém nada que não seja o permitido pela função atribuída, ou seja, o que se sabe é apenas o que uma administração seletiva de informação permite saber (este controle, é claro, não é de todo perfeito; seu êxito é proporcional ao grau de domesticação produzida). A interpretação dos fatos políticos é, desse modo, circunscrita dentro das margens permissíveis que estabelece um poder estratégico que sabe a importância da manipulação da informação.

CARTA CAPITAL

bosch

Sobre a imagem do Brasil

O que denigre o País no exterior não é uma "campanha" para desacreditá-lo. São os fatos internamente produzidos

Há uma nova obsessão com a imagem do Brasil. Parlamentares e editorialistas revelam grande preocupação com os efeitos que discursos e entrevistas da nossa presidenta (quando escrevo, Dilma Rousseff ainda é a presidenta do Brasil e espero que assim continue ou volte a ser, quando o processo se completar) possam ter na visão que os estrangeiros, naturalmente os dos Estados Unidos e Europa, têm do nosso país.

GOLPE E RELAÇÕES INTERNACIONAIS

dilma-crise

A engenharia de golpes e os (des)mandos do capital

Quedas de governos, crises econômicas, descredibilização institucional e instabilidade política são alguns dos resultados obtidos no processo

Nada mais internacional do que a análise da política nacional, nada mais (...)

GOLPE E POLÍTICA EXTERNA

Em discurso na tribuna do Senado, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP).

Sobre golpes, golpistas e diplomacia

Ex-companheiro de Marighella, Aloysio Nunes (PSDB-SP) viajou esta semana aos EUA para, de uma maneira ou outra, negociar a soberania nacional

Quando o Golpe Civil - Militar de 1964 já cumpria quatro anos, os militares (...)

AMÉRICA LATINA

impeachment-1

O impeachment e o realinhamento neoliberal na América Latina

Se juntos possuem mais força, separados os países latino-americanos ficam à mercê dos interesses dos mais poderosos

A ser votado até o próximo dia 17 de abril, o impedimento da presidenta Dilma (...)

CRISE E AMÉRICA DO SUL

11/04/2016 - Brasília - DF, Brasil - Reunião da Comissão Especial que vai votar o parecer do relator, (foto) dep. Jovair Arantes (PTB-GO), que recomenda a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff
Data: 11/04/2016. Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

A crise política do Brasil afeta toda a região

Os países da região devem se esforçar para tratar a democracia como um bem público coletivo

O conjunto de irregularidades e a ausência de fundamento jurídico que (...)